Esportes


 Enviar matéria por e-mail

12 cidades já foram escolhidas pela Fifa para Copa do Mundo de 2014

Tamanho da Fonte     Da Redação  Redação Mais Comunidade 29/05/2009 às 19:09

Doze cidades já foram escolhidas pela Fifa para os jogos da Copa do Mundo de 2014 e entre elas Brasília é a que ganhou vaga para o grande evento mundial. Além da capital federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Cuiabá, Manaus, Fortaleza, Salvador, Recife e Natal também foram comtempladas. O anúncio oficial será feito no domingo (31) durante reunião de Comitê Executivo em Nassau, Bahamas.

 

Ficarão de fora do Mundial as cinco cidades, Belém, Campo Grande, Florianópolis, Goiânia e Rio Branco. Segundo Ancelmo, a última vaga ficou entre Natal e Florianópolis, mas a capital do Rio Grande do Norte ganhou por questões "políticas e logísticas".

 

Na briga pela “Copa Verde”, Manaus levou a melhor sobre Belém e Rio Branco para ser a sede da Amazônia. Já Cuiabá desbancou Campo Grande como representante do Pantanal.

 

De acordo com Ancelmo, a final do Mundial será realizada no Maracanã, como em 1950. A abertura deve mesmo ser em São Paulo, mas Belo Horizonte ainda briga para abrir a Copa no Mineirão.

Em nota publicada no site oficial da CBF, o presidente Ricardo Teixeira não confirmou os nomes das escolhidas, mas parabenizou as 17 cidades pela disputa:

Nesse processo de escolha não há vencedores ou vencidos. A cidade que não for indicada poderá participar da Copa do Mundo com as alternativas que a competição oferece, como centros de treinamentos para as seleções e outros eventos específicos – disse o dirigente, que estará nas Bahamas para a apresentação das sedes.

 

RIO DE JANEIRO
População: 6 milhões. O Rio fez campanha para ser palco da final da Copa do Mundo de 2014. Sede da decisão da Copa de 1950, a única realizada no país até agora, a cidade tem um grande apelo esportivo. Foi sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007, e também está entre as quatro finalistas na disputa para sediar a Olimpíada de 2016.

ESTÁDIO DE 2014
Maracanã. O ex-maior estádio do mundo precisará passar por novas reformas para se adequar ao padrão da Fifa. As obras estão previstas para começar ainda este ano. A capacidade atual, após as obras para o Pan-2007, é de 92.000 torcedores sentados.

TIMES
Quatro clubes dividem a preferência do torcedor carioca, sendo o Flamengo o de maior torcida. O "rubro-negro" é cinco vezes campeão brasileiro e conquistou em 2009 seu 31o título estadual, um a mais que o Fluminense. Vasco e Botafogo são as outras potências esportivas da cidade. Juntos, o quarteto Vasco, "Fla", "Flu" e "Bota" soma 11 títulos brasileiros desde o primeiro campeonato, em 1971.

Além do Maracanã, palco de todos os clássicos da cidade, o Rio tem outros dois estádios importantes: São Januário, do Vasco, com capacidade para 18 mil torcedores, e o novíssimo Engenhão, para 45 mil torcedores, que foi construído pela prefeitura para o Pan-2007 e depois alugado para o Botafogo. 

SÃO PAULO
População: 11 milhões. Centro financeiro do país, São Paulo recebe brasileiros e estrangeiros que trabalham e vivem na cidade. Tem uma variedade enorme de restaurantes e hotéis, e é um pólo cultural. É candidata a receber o jogo de abertura da Copa. É a cidade mais populosa do país.

ESTÁDIO DE 2014
Morumbi, construído em 1960, será totalmente reformulado para o Mundial e terá capacidade para cerca de 69 mil torcedores.

TIMES
Corinthians, São Paulo e Palmeiras dividem as atenções dos torcedores na cidade, que tem também a Portuguesa. O Santos, da cidade litorânea de mesmo nome, possui muitos fãs na capital paulista. Conhecido como 'trio de ferro', os três primeiros somam 14 títulos brasileiros. O Corinthians, o mais popular, é o primeiro campeão do Mundial da Fifa; o São Paulo é tricampeão mundial e o Palmeiras possui uma Libertadores. 

BELO HORIZONTE
População: 2,4 milhões. Seu parque produtivo é um dos cinco maiores da América do Sul, com destaque para a indústria automobilística e de autopeças, siderurgia, eletroeletrônica e construção civil.

ESTÁDIO DE 2014
Mineirão, que será remodelado. Dentre as obras necessárias para a modernização estão o rebaixamento do gramado e extinção da "geral", aumento da capacidade dos setores de imprensa e aumento do número de vagas no estacionamento.

TIMES
Atlético Mineiro e Cruzeiro protagonizam um duelo de muita rivalidade. O Galo é o primeiro campeão brasileiro, em 1971, enquanto a Raposa tem dois títulos de Libertadores: 1976 e 1997. 

PORTO ALEGRE
População: 1,4 milhão. É considerada uma das cidades com melhor qualidade de vida no Brasil. Seus indicadores são favoráveis nos principais índices de desenvolvimento humano: saúde, saneamento básico, educação, meio ambiente e economia.

ESTÁDIO DE 2014
Beira-Rio, que será modernizado e terá a capacidade para cerca de 60 mil torcedores.

TIMES
Possui dois clubes tradicionais e centenários: o Grêmio e o Internacional. Ambos já conquistaram títulos da Copa Libertadores e do Mundial. O primeiro é campeão brasileiro por duas vezes e o segundo é tricampeão. 

CURITIBA
População: 1,8 milhão. É uma das cidades mais desenvolvidas do país, com altos índices de educação.

ESTÁDIO DE 2014
Kyocera Arena, que será reformado e terá sua capacidade aumentada de 25.415 para 41.293 pessoas. As obras de ampliação começaram em 2008 e a previsão para conclusão é em 2011.

TIMES
Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná Clube são os clubes mais importantes da cidade, aparecendo cada vez mais no cenário nacional. 

FLORIANÓPOLIS
População: 450 mil. Florianópolis é uma cidade turística e aposta em seus atrativos como praias, ecoturismo, estrutura hoteleira e gastronômica, além da segurança. A cidade tem os menores índices de criminalidade entre as capitais brasileiras.

ESTÁDIO DE 2014
Arena Florianópolis, a ser construído com iniciativa privada no local onde hoje é o Orlando Scarpelli, com capacidade para 41.700 mil pessoas. A construção está prevista para ser iniciada em janeiro de 2010.

TIMES
Os principais são o Avaí, recém-promovido à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, e o Figueirense, que caiu no ano passado para a Série B. 

BRASÍLIA
População: 200 mil. Capital do país, Brasília é uma cidade planejada e em 1987 foi tombada pela Unesco como patrimônio histórico e cultural da humanidade.

ESTÁDIO DE 2014
Mané Garrincha, que será reformado e terá sua capacidade aumentada de 60 mil para cerca de 76 mil pessoas.

TIMES
Gama e Brasiliense têm pouca tradição no cenário nacional. Em 2002, o Brasiliense chegou a ser vice-campeão da Copa do Brasil. 

GOIÂNIA
População: 1,2 milhão. Substituiu em 1933 a antiga capital, Cidade de Goiás. Distante 200 quilômetros de Brasília, Goiânia disputa uma das vagas com a favorita capital federal. A cidade foi tombada em 2003 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por suas construções em estilo art déco das décadas de 1940 e 50.

ESTÁDIO DE 2014
Serra Dourada. A arena foi construída em 1975 e sofreu uma pequena reforma em 2005. Hoje tem a capacidade de receber 50 mil pagantes e é o maior e mais conhecido da cidade. Possui um estacionamento com 10 mil vagas, cujo número cairá para 6 mil com o projeto de reforma para o Mundial.

TIMES
Os times mais importantes sediados na cidade fazem tímida campanha nos campeonatos nacionais. O Vila Nova, Atlético Goianiense -- vencedor da série C no ano passado -- e o Goiânia estão hoje na segunda divisão. O Goiás é o único clube de futebol da capital que se encontra na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. 

SALVADOR
População: 2,8 milhões. Primeira capital do Brasil, é a maior cidade da Região Nordeste e um dos principais destinos turísticos do país. Fundada em 1549 após desembarque da armada portuguesa, a cidade foi a capital brasileira até 1763 e recebeu Dom João e a corte portuguesa em 1808 quando estes fugiram das investidas de Napoleão na Europa.

ESTÁDIO DE 2014
Fonte Nova. O estádio do Bahia, interditado desde a queda de parte da arquibancada em 2007 que resultou na morte de oito pessoas, será totalmente reformado caso a cidade seja escolhida. A nova capacidade será de 55 mil torcedores. As obras não foram iniciadas, e a previsão de conclusão é 2012.

TIMES
Bahia e Vitória são os times que dominam o futebol da Bahia, apesar de apenas o Vitória estar atualmente na 1a divisão do Campeonato Brasileiro. Campeão nacional em 1988, o Bahia está atualmente na Série B, tendo inclusive passado pela 3a divisão. O Vitória, vice-campeão brasileiro em 1993, tem 25 títulos estaduais, ante 43 do Bahia. 

RECIFE
População: 1,5 milhão. Localizada entre outras duas cidades que podem receber jogos do Mundial de 2014: Salvador e Fortaleza. Também situada no litoral do Nordeste, tem no turismo a força de sua economia.

ESTÁDIO DE 2014
Cidade da Copa. O novo estádio, cujas obras ainda não foram iniciadas, tem capacidade prevista para 45.500 pessoas e previsão de conclusão para 2011.

TIMES
Sport e Náutico fazem de Pernambuco o único Estado do Nordeste com dois representantes na 1a divisão do Campeonato Brasileiro. Os dois dividem ainda uma grande rivalidade regional com Santa Cruz, que atualmente está na Série D. O Sport é o campeão brasileiro de 1987 reconhecido pela CBF -- apesar de o Flamengo ter vencido o torneio nacional com os principais times do país. Nas conquistas estaduais, o Sport lidera com 38, ante 24 do Santa Cruz e 21 do Náutico

NATAL
População: 800 mil habitantes. A capital do Rio Grande do Norte é mais uma a apostar em seu atrativo turístico -- principalmente as praias -- para convencer a Fifa a escolhê-la para ser uma das 12 subsedes da Copa do Mundo. Natal alega ser a capital nordestina com melhor infraestrutura hoteleira, com cerca de 22.000 quartos já prontos.

ESTÁDIO DE 2014
Arena das Dunas. Com capacidade para 45 mil torcedores, o novo estádio seria erguido sobre o atual Machadão, de propriedade da prefeitura. Para o projeto, Natal contratou um escritório de arquitetura internacional especializado na construção de arenas esportivas nos EUA e na Inglaterra, incluindo a recente reforma de Wembley e o Emirates Stadium, do Arsenal. As obras só serão iniciadas se a cidade for escolhida. A previsão de conclusão é 2012.

TIMES
O América é o time de Natal de maior sucesso no cenário nacional, tendo disputado a 1a divisão do Campeonato Brasileiro pela última vez em 2007. O ABC é o maior campeão do RN, com 49 conquistas, ante 32 do América. Atualmente as duas equipes disputam a Série B do Brasileiro. 

FORTALEZA
População: 2,4 milhões de habitantes. A campanha de Fortaleza para ser escolhida uma das 12 subsedes da Copa de 2014 defende a localização geográfica privilegiada da capital cearense, a 6h30 da Europa e dos EUA e a 4h30 da África, de acordo com os organizadores. Assim como as outras capitais nordestinas, é um importante destino turístico tanto para brasileiros como para estrangeiros.

ESTÁDIO DE 2014
Castelão. 60 mil pessoas. Construído em 1973, o estádio passou por reformas em 1980 e 2000. Segundo os organizadores da campanha da cidade, o Castelão atende 81 por cento das recomendações da Fifa e seriam necessários 42 milhões de reais para adequá-lo completamente às exigências para o Mundial.

TIMES
Fortaleza e Ceará, arquirivais que dividem a torcida da cidade, estão atualmente na Série B do Campeonato Brasileiro, e têm tradição de levar bons públicos a seus jogos. Na disputa estadual, há um enorme equilíbrio: 39 títulos para o alvinegro Ceará e 38 para o tricolor Fortaleza. 

CAMPO GRANDE
População: 1 milhão. Disputa com Cuiabá para ser uma das prováveis subsedes do Pantanal no Mundial. O Estado de Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste, do qual a cidade é a capital, faz fronteira com Bolívia e Paraguai. A questão ambiental, em especial o Pantanal, é o ponto principal da campanha de Campo Grande.

ESTÁDIO DE 2014
Morenão. O estádio universitário, que fica a 8 quilômetros do aeroporto, precisará passar por uma grande modernização se a cidade for escolhida pela Fifa. A capacidade ficará em 44.355 mil torcedores. A cidade firmou parceira com uma empresa portuguesa que fez alguns estádios da Eurocopa de 2004 para a reforma, que tem custo estimado de 500 milhões de reais.

TIMES
Operário, Cene e Comercial são os maiores clubes da cidade, mas têm pouca representação nacional. As equipes disputam um prolongado campeonato estadual, uma vez que não estão classificadas para disputarem nenhuma das 3 primeiras divisões do Campeonato Brasileiro. 

CUIABÁ
População: 500 mil. Disputa uma das vagas destinadas à região do Pantanal. O carro-chefe da campanha de Cuiabá por uma das vagas para a Copa de 2014 é a natureza do Estado, que conta com quatro ecossistemas: Pantanal, Cerrado, o Vale do Araguaia e a Amazônia.

ESTÁDIO DE 2014
José Fragelli - Verdão. Construído em 1974, o estádio mais conhecido como Verdão, possui um projeto para que seja totalmente remodelado até 2012. A capacidade atual é de 40 mil pessoas e, com a reforma, passará para 48 mil pessoas. Estima-se que a reforma custará 350 milhões de reais.

TIMES
O clube com atividade mais intensa da capital é o Mixto. Rebaixado para a terceira divisão em 2008, o time é o mais popular da cidade. Este ano disputou a Copa do Brasil, por ter sido vencedor no campeonato estadual, mas foi eliminado na primeira fase da competição. 

RIO BRANCO
População: 290 mil. Aposta numa candidatura verde para a Copa de 2014. Outro argumento da capital é a boa localização do Estado, que faz fronteira com a Bolívia e o Peru e ainda se localiza no centro da pan-Amazônia. Até o início do século 20, todo o território do Acre pertencia à Bolívia. Em 1903 o país vizinho vendeu as terras para o Brasil.

ESTÁDIO PARA 2014
Arena da Floresta. Inaugurado em 2006, tem capacidade atual de 14 mil pessoas e será expandido para 42 mil em caso de a cidade receber jogos da Copa. De acordo com o governo estadual, a primeira etapa do estádio já está concluída seguindo os padrões da Fifa.

TIMES
O homônimo Rio Branco é o time de maior expressão da capital. Venceu o último campeonato estadual e por consequência participou da edição deste ano da Copa do Brasil. Mas amarga a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. A capital ainda abarca mais quatro times: Atlético Acreano, Independência, Juventus e Vasco da Gama. 

MANAUS
População: 1,6 milhão. É bastante conhecida pelo ecoturimo amazônico. Manaus possui o 7o maior PIB do país e concentra boa parte das atividades econômicas do Estado. Manaus também faz campanha para uma das vagas para a Copa com o enfoque na conservação ambiental e no ecoturismo. O Estado do Amazonas tem vantagem de fazer fronteira com a Venezuela, Peru e Colômbia, mas a preocupação ecológica é o principal argumento de campanha de uma das cidades mais antigas do país, fundada em 1832.

ESTÁDIO PARA 2014
Vivaldão. Reinaugurado em fevereiro de 2007 após reformas, hoje tem capacidade para 52 mil pessoas. Para a Copa do Mundo de 2014 será reformado e, com isso, comportará 60 mil pessoas. O projeto de expansão da arena tem custo estimado de 500 milhões de reais.

TIMES
Dos oito clubes amazonenses que constam no ranking de clubes da CBF, 6 são da capital: América Amazonense, Rio Negro, São Raimundo, Sulamérica, Nacional e Fast Club. Nenhum time de futebol do Amazonas vai além da série C do Campeonato Brasileiro. 

BELÉM
População: 1,4 milhão. A segunda maior cidade do Norte do país disputa diretamente com Manaus e Rio Branco para ser subsede da Copa de 2014. Como as concorrentes, a campanha da cidade para ser uma das sedes da copa apela para o ecoturismo. Grandes construções portuguesas dos séculos 17 e 18 estão bem preservadas na cidade. Possui o melhor Índice de Desenvolvimento Humano da região Norte.

ESTÁDIO PARA 2014
Estádio estadual jornalista Edgar Campos Proença. Mais conhecida como Mangueirão, a arena foi construída em 1971 e reinaugurada em 2002 após reforma. Hoje é o estádio da região Norte que comporta mais lugares, cerca de 43 mil. Precisa passar por reformas.

TIMES
Os times tradicionais e mais conhecidos da capital são o Paysandu e o Remo. O primeiro conseguiu se classificar para a série C do campeonato brasileiro deste ano, mas o Remo não.


Classificação Atual       ( 5 ) Dê a sua classificação: