Brasília


 Enviar matéria por e-mail

Homem é morto no Riacho Fundo II

Tamanho da Fonte     Ludmila Mendonça  Redação Mais Comunidade 06/08/2009 às 12:42

Um homem foi morto por volta das 8h30 de hoje, no Riacho Fundo II. Daniel Pereira do Nascimento, 27 anos, estava em frente a uma casa que estaria morando há três dias com um amigo, na QN 14 B, Conjunto 2, em frente a casa 6, quando foi atingido por um tiro e morreu na hora. De acordo com testemunhas, um Golf branco chegou ao local e efetuou vários disparos de arma de fogo contra a vítima que revidou, iniciando uma troca de tiros. Depois do crime, dois suspeitos fugiram no veículo.

 

A polícia militar suspeita que a casa da vítima funcionava como ponto de venda de drogas. Dentro da residência os agentes encontraram duas armas de fogo, uma pistola calibre 380 e um revólver 38, além de sete munições, duas mochilas, Cds piratas, e dois montes de dinheiro com notas de R$ 50 e R$100 reais. “Acredito que tenha sido uma venda frustrada de drogas. Eles devem ter entregue o dinheiro e a vítima não entregou o entorpecente”, diz o tenente encarregado pelo caso Vagner Rodrigues Neves.

 

 

O tenente ainda conta que um outro veículo Golf prata, placa JHA 2175/DF, que estava na porta da casa de onde a vítima mora pode estar também envolvido no crime. “Chegamos aqui e uma senhora disse que o carro era dela e que só estava estacionado em frente a garagem porque ela mora numa quadra próxima. Achamos estranho esse fato, vamos passar essa informação para que a delegacia apure o fato”, conta. A dona do carro foi levada para prestar depoimento na 29ª DP (Riacho Fundo), lugar onde o crime será investigado.

 

Uma popular disse que o caso não se trata de tráfico de drogas e sim uma guerra entre gangues. “A gangue da vítima matou o irmão do acusado e agora ele veio vingar a morte do parente”, diz uma popular que não quis se identificar.

 

Viaturas da PM estão fazendo ronda em toda região do Riacho Fundo e cidade próximas para ver se encontram o Golf branco. Caso os autores sejam pegos eles serão autuados por homicídio qualificando. Se condenados podem pegar de 12 a 30 anos de reclusão. Segundo os agentes da polícia civil, a vítima Daniel Pereira tinha passagem por porte ilegal de arma, tráfico e ameaça.


Classificação Atual       ( 9 ) Dê a sua classificação: