Brasília


 Enviar matéria por e-mail

Mais três assaltante de joalheria no ParkShopping são presos

Tamanho da Fonte     Da Redação  Redação Mais Comunidade 24/07/2009 às 10:27

[legenda=Maurício Pereira Dantas, 20 anos, Werlon Teixeira de Souza, 24 anos e Josemária Pinto do Nascimento, 19 anos][credito=Brito]Agentes da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR) prenderam, ontem, em Pirenópolis (GO) três homens e uma mulher envolvidos no roubo de uma joalheria no Parkshopping no dia 30 de junho e em um assalto a outra joalheria, no dia 23 de maio, no Venâncio 2000. Os criminosos também são acusados de praticar roubos em casas no Lago Sul e Norte, bairros nobres do Distrito Federal.

Depois de  três meses de investigações sobre os roubos a residências a DRR conseguiu prender o grupo que estava morando em uma casa alugada para se esconder da polícia. Cerca de 12 vítimas tiveram suas casas assaltadas pelo grupo. “Estávamos a procura dos acusados de roubar casas aqui no DF e acabamos descobrindo que alguns componentes da mesma quadrilha tinha envolvimento nos roubos das joalherias”, diz o delegado adjunto da  DRR, Felipe Maciel.

 



A polícia apreendeu com a quadrilha R$ 370 em espécie, dois celulares, três relógios, pulseiras de ouro e várias pedras das joias roubadas. De acordo com o delegado, o grupo derreteu as peças roubadas e depois retiraram as pedras para vender separadamente. “Não encontramos o ouro derretido porque já havia sido vendido. Inclusive, estamos atrás do receptador desse ouro”, conta. O delegado disse ainda que a quadrilha pretendia vender cada pedra das joias por R$2 mil.

Segundo a polícia, a quadrilha têm cerca de 12 integrantes, oito pessoas já foram presas e as outras quatro ainda estão foragidas. “Quatro deles foram presos há um mês e agora prendemos mais quatro. Estamos investigando os outros, mas acho que serão pegos em breve”, diz um agente.

O quarteto foi identificado pela polícia como David da Silva Rodrigues, 18 anos, Maurício Pereira Dantas, 20 anos, Werlon Teixeira de Souza, 24 anos e Josemária Pinto do Nascimento, 19 anos. Todos integrantes já tinham passagem por roubo. De acordo com a Polícia Civil, David é o líder da quadrilha. Durante a prisão o jovem debochou falando gracinhas sobre os roubos e dizendo que estava “curtindo em Pirinópolis, tirando fotos e conhecendo várias cachoeiras com o dinheiro   dos roubos que praticaram”.  O grupo vai responder por roubo e formação de quadrilha. Se condenados podem pegar mais de 10 anos de reclusão.


Classificação Atual       ( 6 ) Dê a sua classificação: