Brasília


 Enviar matéria por e-mail

STJ dá prazo para Arruda e 36 se defenderem sobre mensalão do DEM

Tamanho da Fonte     Do G1  Redação Mais Comunidade 11/08/2012 às 07:18

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta sexta-feira (10) dar prazo de 15 dias para o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda e mais 36 pessoas apresentarem defesa no suposto esquema de corrupção que ficou conhecido como mensalão do Democratas de Brasília, denunciado pelo Ministério Público Federal.

 O advogado Nélio Machado, que defende o ex-governador, informou que os ministros ainda vão decidir se abrem ou não a ação penal contra seu cliente. Ele relatou que havia falta de conteúdo na acusação contra Arruda.

Após a apresentação da defesa, a decisão sobre a abertura da ação penal será tomada em sessão da Corte Especial do STJ, segundo a assessoria de imprensa do tribunal.

Mais cedo nesta sexta-feira, o STJ informou que a denúncia contra o também ex-governador do DF Joaquim Roriz por formação de quadrilha foi arquivada.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação: