Brasília


 Enviar matéria por e-mail

Caminhão e ônibus batem em cruzamento de Luziânia

Tamanho da Fonte      Redação Mais Comunidade 10/01/2012 às 14:52

Uma colisão entre um caminhão e um ônibus deixou 15 pessoas feridas, às 7h30 da manhã, na BR-040, na entrada de Luziânia (GO), distante 60 quilômetros de Brasília. Os feridos estavam dentro do transporte coletivo e foram levados pelo Corpo de Bombeiros do município para o Hospital de Luziânia. De acordo com os bombeiros, 11 passageiros tiveram cortes e escoriações leves e quatro sofreram fraturas. O motorista e o cobrador também foram levados para o hospital.
Ninguém corre risco de morte. Uma faixa da pista onde o acidente ocorreu ficou isolada, durante toda a manhã, para que a perícia fosse realizada. Até o meio dia, os veículos ainda não haviam sido retirados do local.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do caminhão informou aos agentes que o ônibus teria atravessado na frente dele sem respeitar a sinalização. A testemunha Maria de Fátima, 29 anos, relatou uma história diferente do caminhoneiro. Ela conta que viu o ônibus fazer o retorno e entrar na pista quando o caminhão em alta velocidade não freou para passar no quebra-molas, passou direto pela lombada, colidiu com o transporte coletivo que perdeu a direção e foi parar dentro do buraco de um canteiro da região. O caminhão chegou a bater em uma parada de ônibus que ficou destruída. A carreta que carregava óleo vegetal se desprendeu do veículo e tombou. “Tinha umas cinco pessoas na parada que correram para não serem atingidas. Quando vi o acidente chamei os bombeiros que chegaram rapidamente e socorreram os feridos”, relata Fátima.

Os bombeiros disseram que há vazamento do óleo vegetal na pista, mas que não existe risco de explosão, porque a carga não é inflamável. De acordo com o agente Wesley da PRF, o caminhão vinha de Pires do Rio (GO) e iria entregar o carregamento do óleo em uma empresa próximo a Luziânia. Já o transporte coletivo, levava os passageiros de Luziânia para o Gama.

A Polícia Técnico Científica de Goiás realizou a perícia no local, às 11 horas. As verdadeiras causas do acidente e de quem realmente teria sido a culpa só serão descobertas quando sair o laudo pericial. O documento com o resultado demora de 30 a 40 dias para ficar pronto.


Classificação Atual       ( 4 ) Dê a sua classificação: