Brasil


 Enviar matéria por e-mail

Polícia já sabe quem matou o repórter da Bandeirantes

O acusado, que está sendo procurado, pode ser preso a qualquer momento

Tamanho da Fonte      Redação Mais Comunidade 11/02/2014 às 16:59

Rio – A polícia carioca divulgou, na manhã de hoje, a foto de Caio Silva de Souza, 23 anos, suspeito de acender o rojão que atingiu o repórter-cinematográfico Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, e ontem provocou a morte cerebral do profissional. O ataque aconteceu na última quinta-feira quando Santiago cobria um protesto no centro da cidade. De acordo com a polícia, é ele quem aparece nas imagens usando calça jeans e camisa cinza suada. Apesar disso, até o início da tarde, o acusado continuava foragido e os policiais da 17ª DP realizavam buscas em diferentes regiões do Estado para cumprir o mandado de prisão temporária expedido pela Justiça.


Morador da Baixada Fluminense, ele, que já tem duas passagens pela polícia, foi identificado após ajuda de Fábio Raposo, que confessou ter participado da ação e está preso desde domingo. Em depoimento, Raposo disse que Caio tem um perfil violento e que eles se conheciam apenas de outros protestos, segundo o delegado Maurício Luciano que afirmou ter levado uma foto do suspeito para Raposo, que está detido no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste da cidade, e reconheceu o autor do disparo. Os dois vão responder por homicídio doloso qualificado – quando há intenção de matar –, pelo uso de artefato explosivo e pelo crime de explosão. Se condenados, a pena pode chegar a 35 anos de prisão.

 

 

 

Foto de Caio Silva de Souza, 23 anos, foi divulgada


Classificação Atual       ( 1 ) Dê a sua classificação: