Brasil


 Enviar matéria por e-mail

Jovem envenena café em confecção de Santa Bárbara

Tamanho da Fonte      Agência Estado 12/07/2012 às 10:38

Dez funcionários de uma confecção em Santa Bárbara d’Oeste, a 140 km da capital paulista, tiveram de ser internados após tomarem café envenenado ontem de manhã. O autor do envenenamento foi um adolescente de 17 anos que trabalha no local e afirmou ter praticado o crime para "dar um susto" em seus colegas de trabalho.

Segundo o delegado do 2.º DP, Rômulo Gobbi, o rapaz confessou que ontem de manhã pegou um pacote de veneno para ratos que estava no banheiro da confecção e jogou em duas das três garrafas térmicas que são servidas para os funcionários da empresa no café da manhã.

Os funcionários da empresa afirmaram que sentiram um gosto diferente no café e comunicaram ao gerente. O líquido das garrafas foi jogado em uma pia e os restos do veneno foram encontrados. No depoimento, o adolescente explicou que tinha ficado revoltado porque recebeu um salário inferior ao que esperava no último mês.

O jovem alegou também que era constantemente alvo de piadas dos colegas por causa de suas roupas e aparência. O adolescente trabalhava havia cinco meses na confecção. Ele chegou a Santa Bárbara d’Oeste há nove meses do Pará para arrumar serviço.

Todos os funcionários que beberam o café e o leite, até o adolescente, foram levados para o Hospital Afonso Ramos para coleta de sangue e vão ficar em observação em casa por 72 horas.

Por ser menor de 18 anos, o garoto foi recolhido em uma unidade de Sumaré e depois será levado para Campinas, onde ficará em uma unidade da Fundação Casa. Ele será enquadrado por ato infracional no artigo 270 (envenenamento) do Código Penal, cuja pena pode ser de 10 a 15 anos de detenção. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação: